quinta-feira, 3 de maio de 2018

5 de maio: Dia da Língua Portuguesa



Você sabia:
...que hoje, 5 de maio, é comemorado o  Dia da Língua Portuguesa  entre os países lusófonos.
... que a determinação  legal  é   uma  homenagem  da  Assembleia da República (o  que  corresponde, em  Portugal,  à  nossa Câmara dos Deputados).  O  dia,  escolhido em  1981, homenageia o poeta   Luiz Vaz  de  Camões,  autor de  Os Lusíadas.
... que  no Brasil, o idioma português também é celebrado durante o Dia Nacional da Língua Portuguesa, em 5 de novembro. Esta data foi instituída no país através do decreto de lei nº 11.310/2006.
... que a Lei nº 11.310, de 12 de junho de 2006,  institui  o Dia Nacional da Língua Portuguesa. A  lei brasileira  é   uma  homenagem  ao escritor  e  político Ruy Barbosa, nascido em   5 de  novembro de 1849.   Ruy  era conhecido por ser  um  profundo estudioso do  idioma  nacional.
...que outra data que também celebra a Língua Portuguesa é 10 de junho, comemorada principalmente em Portugal (o berço do idioma português). A escolha desta data é uma homenagem ao icônico poeta Luiz Vaz de Camões, o autor de Os Lusíadas.
... que atualmente, a língua portuguesa é o 5º (quinto) idioma mais falado do planeta.
... que existem nove países que adotam o português como idioma oficial: Brasil, Portugal, Angola, Cabo Verde, Moçambique, São Tomé e Príncipe, Timor-Leste e Guiné-Bissau.
... que outra data que também celebra a Língua Portuguesa é 10 de junho, comemorada principalmente em Portugal (o berço do idioma português). A escolha desta data é uma homenagem ao icônico poeta Luiz Vaz de Camões,





                                https://www.youtube.com/watch?v=tX7cqBreLUY

 Camões
Gosto de ser e de estar
E quero me dedicar a criar confusões de prosódias
E uma profusão de paródias
Que encurtem dores
E furtem cores como camaleões


Países que falam a Língua Portuguesa






terça-feira, 3 de abril de 2018

MÉTODO PAULO FREIRE

Segue link com materiais sobre o método de alfabetização Paulo Freire (http://dhnet.org.br/educar/40horas/index.htm#livros ).


dhnet.org.br
Programa Nacional de Alfabetização 01 - Diafilme para o Estado do Rio

Material sobre a inclusão escolar


Acesse:


(https://inclusaoja.com.br/2011/05/27/colecao-a-educacao-especial-na-perspectiva-da-inclusao-escolar/  que contém a Coleção “A Educação Especial na Perspectiva da Inclusão Escolar”.


coleção, produzida pelo Ministério da Educação, tem a finalidade de contribuir para a formação dos professores do Atendimento Educacional Especializado – AEE, bem como dar subsídios para o debate a respeito da escola inclusiva.








Diário de classe - só digital - COMUNICADO CONJUNTO CGEB/CIMA, de 26 de março de 2018.

COMUNICADO CONJUNTO CGEB/CIMA, de 26 de março de 2018.

ASSUNTO: Diário de Classe

COMUNICADO CONJUNTO CGEB/CIMA, de 26 de março de 2018.
ASSUNTO: Diário de Classe
Prezados(as) Dirigentes Regionais de Ensino e Supervisores(as) de Ensino, A Resolução SE 36 de 25-5-2016, artigo 2º, parágrafo único estabelece que: “Caberá aos professores manter atualizados os dados de frequência e avaliação dos alunos nos respectivos diários de classe.”
Conforme o artigo citado e com o objetivo de facilitar a rotina do professor em sala de aula por meio da tecnologia, informamos que, a partir desta data, o preenchimento do diário de classe poderá ser realizado no formato digital pelo aplicativo móvel Di@rio de Classe ou pela Plataforma Secretaria saiabEscolar Digital, não mais sendo obrigatório o preenchimento do diário de classe...

Leia na íntegra


https://1drv.ms/w/s!Ag99v1xciV24hj9rhDFytmyXTQp5


segunda-feira, 2 de abril de 2018

Conheça seis plataformas online para ler livros gratuitamente


Há títulos para fortalecer o hábito, se entreter e aprender; os títulos estão em Domínio Público e podem ser acessados de forma legal
A leitura é uma das ferramentas mais eficazes para acelerar o aprendizado. Mas, além de ajudar no desempenho escolar, a prática pode trazer muitos benefícios para a saúde mental e, ainda, impactar no convívio com a sociedade, como uma das melhores estratégias para aprimorar a habilidade comunicativa.
Seja para aprender ou se entreter, veja seis plataformas online com títulos de Domínio Público para ler sem pagar nada:
Literatura de Cordel: site disponibiliza mais de 2 mil obras;
Obras de Machado de Assis: são mais de 300 títulos do aclamado autor;
História do Brasil: acervo digital da USP oferece cerca de 3 mil títulos como materiais de estudo;
Literatura clássica: Biblioteca Britânica tem portal com manuscritos raros;
Livros de arte: MET Museum tem download de mais de 400 obras;
Empreendedorismo e negócios: FGV libera acesso a mais de 10 mil títulos.
 Incentivo à leitura na rede estadual
A rede estadual de São Paulo mantém diversos projetos de incentivo à leitura e acervo variado de livros nas unidades. O programa Sala de Leitura é referente aos ambientes pedagógicos interdisciplinares onde os estudantes contam com livros, jornais, revistas e conteúdo audiovisual, como DVDs e CDs. Além da leitura, os professores costumam utilizar esses espaços para criar oficinas de contação.
(Divulgação da Diretoria de Ensino Região São Vicente)

CELULAR NA SALA DE AULA

Celular na Sala de aula???


O que você pensa a respeito disto????



                               

Segundo a Secretaria de Educação: Sabemos que ainda há uma certa resistência de professores em usar a tecnologia dos celulares, smartphonese tablets em sala de aula. 

Acreditamos que o vídeo, cujo link, deixamos abaixo ajude o professor se deixar a navegar por ondas ainda um pouco desconhecidas...

Uma boa semana a todos.

segunda-feira, 26 de março de 2018

Divulgação: Inscrições para o curso "Sequência Didática" serão abertas no dia 29/03

Divulgação: Inscrições para o curso "Sequência Didática" serão abertas no dia 29/03
Quais são os princípios do trabalho com gêneros textuais? Como trabalhar a Sequência Didática em sala de aula? Conheça o curso e programe-se! As inscrições serão abertas dia 29/03, quinta-feira.

Caso não visualize este e-mail adequadamente, Clique aqui
Escrevendo o Futuro

22 de março de 2018
Inscrições para o curso "Sequência Didática" serão abertas no dia 29/03
Quais são os princípios do trabalho com gêneros textuais? Como trabalhar a Sequência Didática em sala de aula? Conheça o curso e programe-se! As inscrições serão abertas dia 29/03, quinta-feira.
Eu, a leitura e a escrita
As professoras Vanusia Amorim, de Maceió (AL), e Ana Maria de Lucena, de Manaus (AM), contam suas primeiras experiências com as práticas de leitura e escrita, em relatos produzidos para o curso Caminhos da Escrita.
BNCC e alfabetização
Professora Olímpia dá continuidade às reflexões sobre a BNCC e fala sobre o segundo tópico mais votado em nossa enquete: o processo de alfabetização como foco da ação pedagógica.

0800 771 9310





quarta-feira, 7 de março de 2018

sexta-feira, 23 de fevereiro de 2018

Atividade para 6º ano: ATIVIDADES E JOGOS DE APROPRIAÇÃO DO SISTEMA DA ESCRITA ALFABÉTICA

Trabalhando com Parlendas


Trazer  o gênero Parlenda para a sala de aula pode ser uma atividade bem divertida e propiciar bons momentos de aprendizagens.
Nada melhor do que unir útil ao agradável.

Uma dica para início de conversa, é levantar com a classe   questões do tipo: 
- Entre um salgado e um doce, o que você prefere?? Por que?
- Quais seu doce preferido?
- Qual  o doce que você não comeria.

Agora, vamos imaginar uma conversa entre dois doces. Como você acham que seria....


Outra dica é perguntar se sabem o que significa parlenda?
Em caso afirmativo: levante os conhecimentos prévios dos  alunos sobre este gênero? 
Verifique se alguém sabe de  alguma  parlenda.
Cite alguns exemplos.
Quem sabe alguma.


Outra dica: é trazer uma parlenda, ler e perguntar  se os alunos sabem qual o gênero  deste texto e  a partir daí contextualizar

Ou, apresentar a própria parlenda e a partir daí  levantar os conhecimentos prévios sobre o gênero, qual a origem desse gênero?se sabem mais alguma. 

Em todos as sugestões, leia o texto, peça para um aluno ler mais rápido.

Depois desse diálogo inicial apresentar a atividade e deixar claro o que se pretende : dar a comanda
Uma boa sugestão é realizar a atividade em dupla. Se na classe, há alunos que ainda não leem ou escrevem com autonomia, faça duplas produtivas, reunindo alunos  onde um tenha condições de colaborar para a escrita do outro.






( Fonte: Secretaria da Educação de Pernambuco. Livro Aprender mais - Ensino Fundamental Anos Iniciais. Língua Portuguesa. Edição 2011)


Recomendação dos autores do livro: 
No eixo da apropriação do sistema explore o alfabeto móvel, os jogos elaborados pelo
CEEL, priorizando sempre a contextualização na aprendizagem do sistema e, principalmente,
os aspectos da apropriação em que os seus alunos apresentam mais dificuldades.
Para isso é necessário, desde o início do seu trabalho, fazer uma diagnose do nível de
dificuldade de cada aluno. Não esqueça que a sistemática do Projeto Aprender Mais vai
requerer o planejamento de um trabalho diversificado, que será imprescindível para que os
objetivos do Projeto sejam alcançados.

Saiba mais
As Parlendas são rimas infantis que divertem as crianças, ao mesmo tempo que trabalham com a memorização e a fixação de alguns conceitos.
Segundo alguns estudiosos, as parlendas servem como sistemas educativos que fazem parte da literatura popular oral e do folclore brasileiro.

Características

As parlendas são transmitidas oralmente de geração em geração. Não possuem, portanto, um autor específico.
De acordo com a composição, normalmente seus versos são de cinco ou seis sílabas ritmadas para serem declamadas.
A temática desses versos é muito variada. Elas são utilizadas em situações e contextos diferentes, ou seja, há aquelas que os pais declamam para as crianças a fim de entretê-las ou acalmá-las.
https://www.todamateria.com.br/parlendas/
(acesso em 23/02/2018)







quarta-feira, 21 de fevereiro de 2018

Sugestão da Semana: Como trabalhar leitura para que ela seja significativa e desenvolva habilidades leitoras


Estratégias de Leitura

Quando se fala dos índices das avaliações em larga escala ou nas avaliações os resultados têm mostrado  que um dos grandes desafios posto aos professores é formar leitores competentes, ou seja aquele que não só decodifica, mas compreende e interpreta. 

A leitura só ocorre quando se atribui significado ao que é lido, independente da linguagem utilizada: seja ela verbal (quando se utiliza  letra, palavras, parágrafos...) e linguagem não verbal (quando a comunicação ocorre por meio de desenhos, imagens, infográficos ...). Ou quando essas duas linguagens aparecem se articulando em um texto (muito frequente em jornais, título de livros, propagandas, HQ,  tirinhas, charge...) 

Para  saber um pouco mais sobre como promover uma leitura significativa e investir nas proficiências ou comportamentos leitores, uma boa dica é ler  o livro de Isabel Solé,  "Estratégias de leitura", que apresenta estratégias de procedimentos antes, durante e depois da  leitura de um texto: do mais simples aos mais complexos. E o mais interessante e importante: é bem-vindo para todo o Professor, independente de sua disciplina. Vale a pena ler e investir nestas estratégias.

 Quer saber mais: Veja os vídeos:
1.  ESTRATEGIA DE LECTURA   EDUCACIÓN PRIMARIA    Primer proyecto terminado





https://youtu.be/VKbD0mDWSac    -  Niveles de Leitura com Isabel Solé






 https://youtu.be/9c6QLzuKMx4 - 





  https://youtu.be/unmRNBizsvc                   Isabel Solé


Avaliação da aprendizagem em processo


À Equipe Gestora e Professores da Rede Estadual de Ensino



O material ( provas dos alunos e material de apoio para os Professores) já se encontra disponível na Intranet   →  Coordenadorias → cima

terça-feira, 13 de fevereiro de 2018

Material de apoio - Planejamento 2018









Trabalhando as Habilidades Prioritárias

O professor,  neste planejamento, já detectou quais as dificuldades de seus alunos, seja pela observação, seja pela escrita, leitura ou por sua participação durante as aula. Assim neste planejamento, o ponto de partida é  promover as aprendizagens necessárias para que os alunos possam se apropriar dos novos conhecimentos ou possam aprofundar os já construídos ou apropriados.
Assim,  confiram algumas dicas e sugestões:

1. Sequencias didáticas para intervenções - Habilidades prioritárias

     intranet  → coordenadorias →CGEB → Biblioteca → Planejamento 2018


2. Trabalhar  com o caderno do aluno em diferentes disciplinas a mesma habilidade prioritária



3. Habilidades prioritárias:Banco de dados


4. SD - Sugestão para trabalhar a habilidade: Interpretar texto com o auxílio de recursos gráficovisuais 

(Habilidades de leitura e escrita neste gênero e alguns dos gêneros que utilizam em sua estrutura composicional recursos gráfico-visuais.  (HQ, tirinhas) 




MATERIAL DE APOIO PARA OS PROFESSORES DE LÍNGUA PORTUGUESA

Professores do Ensino Fundamental Anos Finais que  enfrentam o desafio de alfabetizar no, Ensino Fundamental Anos Finais.


A expectativa do professor especialista que o aluno no Ensino Fundamental, já venha lendo e escrevendo com autonomia e que agora basta aprofundar os conhecimentos em leitura e escrita.

Mas, infelizmente, a realidade não é bem assim. 

O professor depara com alunos com grandes dificuldades em seu processo de alfabetização.
Os desafios são muitos. 

Mas não se pode esmorecer. 

Com o objetivo de apoar e subsidiar as ações, intervenções dos professores deste segmento,  há o documento MATERIAL DE APOIO PARA OS PROFESSORESDE LÍNGUA PORTUGUESA
que foi elaborado com a colaboração, a parceria, o trabalho voluntário de 3 professoras, da Rede Pública Estadual de São Paulo, da DE Osasco, que ainda estão na ativa  e  que  decidiram investir no na conquista  da aprendizagem dos alunos que nos 6ºanos ainda carregam o estigma de não ler e escrever com autonomia.
Vale a pena conferir. São dicas úteis para todos os professores deste segmento e para os professores de Língua Portuguesa. 

Outra  Dica: 
          Acesse   

Alfabetização no 5º e 6º anos: o que fazer?

segunda-feira, 5 de fevereiro de 2018

Diagnósticas neste período de 5 a 9 de fevereiro de 2018


[...] não existe tábula rasa, analfabetismo absoluto;
 todos falam, se comunicam, usam um vocabulário básico, 
manejam conceitos dentro do senso comum, possuem referências da realidade
 em que estão inseridos, e assim por diante; este será o ponto de partida, s
e quisermos uma educação emancipadora. Pedro Demo (2000, p.32). 
Pesquisa e Construção de Conhecimento:
metodologia científica no caminho de Habermas. 


De   acordo com Ausubel, o que o aluno já sabe - a ideia-âncora, na sua denominação - é a ponte para a construção de um novo conhecimento por meio da reconfiguração das estruturas mentais existentes ou da elaboração de outras novas. Quando a criança reflete sobre um conteúdo novo, ele ganha significado e torna mais complexo o conhecimento prévio. Para o americano, o conjunto de saberes que a pessoa traz como contribuição ao aprendizado é tão essencial que mereceu uma citação contundente, no livro Psicologia Educacional: "O fator isolado mais importante influenciando a aprendizagem é aquilo que o aprendiz já sabe. Descubra isso e ensine-o de acordo". 

Nesta semana destina à realização de avaliações diagnósticas, na rede Estatual de Ensino,  consulte o material disponível na Intranet Espaço do Servidor - Governo do Estado de São Paulo
  
CGEB
 
BIBLIOTECA

´
PLANEJAMENTO 2018


Neste documento, o Professor encontrará Sequência Didáticas
  1. Ritmo e Poesia (recomendada para Anos Finais e série do EM)
  2. A propaganda e o texto publicitário (recomendada para Anos Finais e série do EM)
  3. HQ (recomendada para Anos Finais e série do EM)
  4. Lendo e Vivendo poemas (recomendada para Anos Finais e série do EM)
  5. Mangá (recomendada as  série do EM)
  6. Matando a charada
Bom trabalho